Website do projecto Interior Éolico

Dedicado ao estudo de viabilidade de um parque eólico junto à aldeia de Cabeça em Seia e à tecnologia Eólica.

Situação em Portugal

Em Portugal vive-se uma dependência internacional relativamente ao abastecimento de energia. O facto de não existirem recursos energéticos de origem fóssil, leva a que seja importada mais de 80% da energia consumida.

O nosso país dotado de recursos energéticos de origem renovável viu-se confrontado com a necessidade de desenvolver formas alternativas de produção de energia, promovendo e incentivando a utilização destes recursos energéticos.

A publicação de legislação portuguesa permitiu mobilizar investimentos. Contudo, no Continente, inicialmente a energia eólica não foi explorada, sendo a energia hídrica a preferida pelos produtores. Como principais causas desta exploração podem apontar-se o conhecimento limitado do potencial eólico, a tecnologia ainda se encontrar em fase de desenvolvimento, a experiência com a tecnologia actual ser reduzida e a difícil avaliação dos riscos por parte dos investidores.

A situação actual da energia eólica em Portugal é totalmente diferente, assistindo-se a um dinamismo único, registando-se um número de pedidos de licenciamento de novas instalações, que aumentou cerca de 40% por ano nos últimos seis anos.

Retirado de http://www.edprenovaveis.com/recursos/img/RSC/20933_2342342008125031.jpg

Vodpod videos no longer available.

A Directiva Comunitária das Energias Renováveis

“A Comissão Europeia quer que cerca de 20% da energia consumida em 2010 nos 27 países da União Europeia seja obtida a partir de fontes renováveis – água, vento, sol e biomassa ”.

Especialistas europeus garantiram que se a União Europeia quiser atingir esta meta, terá que apostar no aproveitamento do vento.

Retirado de http://www.eq.uc.pt/inovar/energiasrenovaveis.pdf

Portugal superou em 2007 a meta de 39% de electricidade produzida a partir de fontes de energia renováveis, tal como exige a directiva comunitária para as renováveis.

Vodpod videos no longer available.
Crescimento previsto para o sector Eólico Português

Retirado de http://www.eq.uc.pt/inovar/energiasrenovaveis.pdf

Mas ainda resta uma boa distância até à meta de 45% que o Governo assumiu voluntariamente no ano passado. Segundo a Direcção Geral de Energia e Geologia 40,7 % de toda a electricidade consumida no país resultou das formas limpas. O vento é o que está em Portugal a empurrar as renováveis para a frente. Existiam em Março de 2008, 1737 aerogeradores instalados. O boom é notável, mas esta nova tarefa é muito difícil, mas não impossível, sendo acessível em 2012.

O avanço da eólica nos anos mais próximos é um dado adquirido. A meta do Governo é ter 5 700 megawatts instalados até 2010.

 
%d bloggers like this: